domingo, 21 de setembro de 2008

Mais um blog

Mais um blog. Não tenho muita paciência pra essa coisa de "diário eletrônico", prefiro papel (nada ecológico, eu sei). Mas, vamos lá! Provável que Maria Cereja e Alegria do Pecado se misturem. Até porque, terei menos paciência do que já tenho para atualizar dois blogs. E aí haverá quem pergunte: mas por que dois blogs, então? Simples: Alegria é uma coisa, isso aqui é outra. Lá sou eu, de fato. Aqui, vou brincar de contar fatos, histórias e aleatoriedades de uma tupiniquim perdida en España.

Para fechar a primeira, obviamente, não poderia deixar de faltar Zélia, de alguma forma. Fica então a música que me fez pensar nessa coisa de viagem, de sumir, ir embora e, finalmente, "partir, andar":

Partir, andar
Eis que chega
Essa velha hora tão sonhada
Nas noites de velas acesas
No clarear da madrugada
Só uma estrela anunciando o fim
Sobre o mar sobre a calçada
E nada mais te prende aqui
Dinheiros, grades ou palavras
Partir, andar
Eis que chega
Não há como deter a alvorada
Pra dizer, um bilhete sobre a mesa
Para se mandar, o pé na estrada
Tantas mentiras e no fim
Faltava só uma palavra
Faltava quase sempre um sim
Agora já não falta nada
Eu não quis te fazer infeliz
Não quis
Por tanto não querer, talvez fiz

(Hebert Vianna - Participação Zélia Duncan - CD Sortimento)

Um comentário:

Gabi disse...

Aaaaaaaaaaaaaaahhh..... =(

Não vá ainda!!!

=´(